Sociologia do jornalismo

Autores:
Neste estudo sobre o jornalismo, o autor não defende uma tese, nem recolhe testemunhos de profissionais, mas propõe uma exploração das práticas jornalísticas. Propositalmente, fala de jornalismos, no plural, e utiliza os termos “rede” ou “interdependência” para dar conta de uma cartografia social... Ver mais

Sinopse

Neste estudo sobre o jornalismo, o autor não defende uma tese, nem recolhe testemunhos de profissionais, mas propõe uma exploração das práticas jornalísticas. Propositalmente, fala de jornalismos, no plural, e utiliza os termos “rede” ou “interdependência” para dar conta de uma cartografia social em que se articulam as hierarquias próprias ao jornalismo e às empresas de comunicação, além das relações com as fontes, com os poderes sociais e com os públicos. Somente à custa de investigações sobre a história do jornalismo, a morfologia da profissão e as rotinas cotidianas do trabalho jornalístico é que pode tornar-se possível a abordagem de questões essenciais relativas aos “poderes” da profissão, seu papel político, seu futuro. Após uma genealogia da profissão e um relatório de inspeção, a análise se fixa sobre os jornalistas no trabalho, procurando decompor a rede das interdependências cotidianas, detendo-se no produto final de sua atividade: um escrito (textos, palavras, imagens). Por fim, o autor examina as questões ligadas ao “poder’ dos jornalistas e às evoluções da profissão. Além das fontes sociológicas francesa, inglesa e americana, este livro contém um texto de Manoel Marcos Guimarães sobre “Sociologia do jornalismo: o caso Brasil”.

Sobre o Autor

Erik Neveu

Características

Título:
Sociologia do jornalismo
Autor:
Erik Neveu; 
Dimensões:
17.00cm x 12.00cm x 1.40cm
Peso:
175g
Edição:
1
Data de Publicação:
03/04/2006
ISBN:
9788515030620
Páginas:
216
Código:
3.0001.00.06.592