Nietzsche e a ontologia do vir-a-ser

Autores:
  • Eduardo Nasser
Para Nietzsche, o tempo não só e dotado de realidade, mas a realidade é, em sua totalidade, temporal. Através da experiência do pensamento e dos sentidos, torna-se evidente que o vir-a-ser tem preponderância; sobre a permanência enquanto a permanência é um resíduo psicológico projetado sobre a re... Ver mais

Sinopse

Para Nietzsche, o tempo não só e dotado de realidade, mas a realidade é, em sua totalidade, temporal. Através da experiência do pensamento e dos sentidos, torna-se evidente que o vir-a-ser tem preponderância; sobre a permanência enquanto a permanência é um resíduo psicológico projetado sobre a realidade, a mudança se impõe de forma premente. Mas não se trata tão somente de reerguer, sob uma ótica invertida, a antiga disputa entre ser e vir-a-ser. Pois se há apenas o vir-a-ser, deve-se a ele imputar caráter de ser, uma decisão pioneira que acena para um novo rumo nas discussões acerca do problema do ser.

Sobre o Autor

Eduardo Nasser
Eduardo Nasser, doutor em Filosofia pela Universidade de São Paulo, é coordenador do Grupo de Estudos Nietzsche (GEN), membro do Groupe International de Recherches sur Nietzsche (GIRN) e autor de trabalhos publicados no Brasil e no exterior que versam sobre aspectos diversos da filosofia nietzschiana, entre eles: O romantismo em Nietzsche enquanto um problema temporal, estético e ético (Rio de Janeiro, 2011); Nietzsche and the Transformation of Death (Nova York, 2014); Sul cristianesimo del giovane Nietzsche (Pisa, 2014).

Características

Título:
Nietzsche e a ontologia do vir-a-ser
Autor:
Eduardo Nasser; 
Dimensões:
14.00cm x 21.00cm x 1.70cm
Peso:
297g
Edição:
1
Data de Publicação:
08/09/2015
ISBN:
9788515043088
Páginas:
272
Código:
3.0001.00.14.827