Login  |   Cadastre-se   |   Fale Conosco  |   Trabalhe Conosco  |   Ajuda             Youtube  

21 de agosto de 2019
Carrinho Vazio
Você está em: Home >> Liturgia Diária


Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

Liturgia do dia 23/07/2019


Leituras
Ex 14,21-15,1
Ex 15,8-9.10 e 12.17 (R/. 1a)
Mt 12,46-50

16ª Semana do Tempo Comum

Terça-Feira


Primeira Leitura: Ex 14,21-15,1

21Moisés estendeu a mão sobre o mar, Javé o fez recuar por um forte vento do oriente, soprando a noite toda. Assim transformou o mar em terra firme e dividiram-se as águas. 22Os filhos de Israel entraram pelo meio do mar de pés enxutos enquanto as águas formavam muralhas à direita e à esquerda. 23Os egípcios, que os perseguiam, entraram atrás deles mar adentro: toda a cavalaria de Faraó, seus carros e seus cavaleiros. 24Na vigília da manhã olhou Javé para o acampamento dos egípcios. E do alto da coluna de fogo e da nuvem, lançou a confusão no acampamento dos egípcios: 25Ele lhes entravou as rodas dos carros, de modo que só podiam avançar com dificuldade. Exclamaram então os egípcios: “Fujamos de Israel, pois Javé combate por eles contra o Egito!”. 26Disse Javé a Moisés: “Estende tua mão sobre o mar, para que as águas voltem sobre os egípcios, seus carros e seus cavaleiros”. 27Moisés estendeu a mão sobre o mar, e ao romper da manhã o mar tinha voltado ao seu nível normal. Os egípcios, ao fugirem, se engolfaram nele, e Javé precipitou os egípcios no meio do mar. 28Voltando em seu refluxo, as águas cobriram os carros e os cavaleiros de todo o exército de Faraó, que tinham entrado no mar em perseguição aos filhos de Israel: não escapou nenhum deles. 29Os filhos de Israel, porém, passaram pelo meio do mar de pés enxutos: as águas lhes faziam uma muralha à direita e à esquerda. 30Foi assim que, nesse dia, Javé salvou Israel da mão dos egípcios, e Israel pôde ver os egípcios mortos sobre a praia do mar. 31 Israel viu a grande potência com que Javé operou contra os egípcios. E o povo temeu a Javé, e creu em Javé e em Moisés, seu servo. 1Então Moisés e os filhos de Israel entoaram a Javé este cântico, dizendo: “Cantarei a Javé, porque se exaltou soberanamente, precipitando no mar a cavalos e cavaleiros!


 


Salmo: Ex 15,8-9.10 e 12.17 (R/. 1a)

R.: 
Cantarei a Javé, porque se exaltou soberanamente


8Ao sopro de tuas narinas concentraram-se as águas, as ondas levantaram-se como em dique. Os abismos se coagularam no coração do mar. 9Dizia o inimigo: ‘Vou perseguir, vou alcançar, repartirei os despojos e minha alma se fartará, desembainharei a minha espada, minha mão os exterminará’.

10Ao sopro da tua respiração cobriu-os o mar, submergiram como chumbo nas águas esplêndidas. 12Estendeste a tua destra e a terra os engoliu.

17És Tu quem os conduzirá, Tu quem os plantará na montanha de tua herança, no lugar do qual fizeste, Javé, a tua Habitação, no Santuário, ó Senhor, que tuas mãos estabeleceram.



Evangelho: Mt 12,46-50

46Enquanto ainda estava falando ao povo, sua mãe e seus irmãos se achavam do lado de fora, procurando falar com ele. 47Alguém lhe disse: “Tua mãe e teus irmãos estão aí fora e querem falar contigo”. 48Ele respondeu a quem o informava: “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?”. 49Então, Jesus apontou com a mão para os seus discípulos e disse: “Eis aqui minha mãe e meus irmãos. 50Porque todo aquele que faz a vontade do meu Pai que está no céu, este é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.



Leituras: Diretório da Liturgia e da Organização da Igreja no Brasil 2019 - Ano C - São Lucas, Brasília, Edições CNBB, 2018.

Citações bíblicas: Bíblia Mensagem de Deus, São Paulo, Edições Loyola, 2016.

 


Boa Nova para cada dia




'Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?'

Esta é a frase de Jesus a seus discípulos quando lhe disseram que sua mãe o procurava.

Vamos ver esta cena do ponto de vista de Sua Mãe.

Como ela terá reagido quando Jesus disse aos que os ouviam, que todo aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe?

A Mãe de Jesus deve ter-se alegrado imensamente com isto que Jesus disse, como se isto fosse um antigo segredo entre ela e seu Filho. Ela, como Ele, sabia que, antes que Ele fosse concebido só fez a vontade de Deus Pai. Pois ao anjo que a visitou disse: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra (Lc 1,38).

Estas palavras de Maria marcaram seu relacionamento com Deus pelo resto de sua vida. Ela sempre fez a vontade de Deus.

O que acontece quando uma pessoa faz sempre a vontade de Deus?

A pessoa identifica sua vontade pessoal com a de Deus, porque sabe que Deus lhe inspira somente o melhor, em todos os sentidos. E se faz a vontade de Deus, ama ao próximo como Deus quer. Portanto esta pessoa é santificada ao fazer a vontade de Deus.

Sabemos que no caso da Mãe de Jesus viver sem pecado foi um privilégio.

Se não podemos ser exatamente como ela, nela temos a mestra da santidade, do cumprimento da vontade de Deus.

Peçamos a ela que nos ensine e encoraje a viver em santidade tudo o que Deus deseja de nós.



Autor: Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma





Preencha seus dados abaixo e receba as novidades da Loyola.
Nome:
E-mail:
  
Sobre a Edições Loyola | Serviços Gráficos | Fale Conosco | Distribuidores e representantes | Revista Mensageiro | Liturgia Diária | Eventos | Política de Vendas | Política de Privacidade

Rua: Mil Oitocentos e Vinte e Dois, 341 - Ipiranga
CEP: 04216-000 - São Paulo - SP
Tel.: 11 3385-8500 | 2063-4275 | 3385-8501
Formas de Pagamento
Acompanhe
Youtube  
Certificados
© 2011 Edições Loyola . Todos os direitos reservados
Visualize este site com resolução mínima de 1024 x 768
DesignbyC10