Login  |   Cadastre-se   |   Fale Conosco  |   Trabalhe Conosco  |   Ajuda             Youtube  

21 de agosto de 2019
Carrinho Vazio
Você está em: Home >> Liturgia Diária


Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

Liturgia do dia 17/07/2019


Leituras
Bv. Inácio de Azevedo Presb. e Comps. Mts., memória
Ex 3,1-6.9-12
Sl 102(103),1-2.3-4.6-7 (R/. 8a)
Mt 11,25-27

15ª Semana do Tempo Comum

Quarta-Feira


Primeira Leitura: Ex 3,1-6.9-12

1Moisés apascentava as ovelhas de Jetro, seu sogro, sacerdote de Madiã. Tendo conduzido o rebanho para o outro lado do deserto, chegou à montanha de Deus, o Horeb. 2E o Anjo de Javé apareceu-lhe numa chama de fogo, do meio de uma sarça. Moisés reparou que a sarça ardia em chamas, sem se consumir. 3Disse, pois, Moisés: “Vou voltar-me para contemplar este espetáculo notável e qual a causa por que não queima a sarça”. 4 Javé percebeu que ele se voltava para ir ver. Então, do meio da sarça, Deus o chamou: “Moisés! Moisés!”. E ele respondeu: “Aqui estou”. 5Deus prosseguiu: “Não te aproximes daqui. Tira as sandálias de teus pés, porque o lugar em que estás é uma terra santa”. 6E acrescentou: “Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó”. Cobriu Moisés o rosto porque tinha medo de olhar para Deus. 9É que o clamor dos filhos de Israel chegou até Mim. Eu vi a opressão com que os egípcios os oprimem. 10E agora vai, pois eu te envio a Faraó, a fim de que tires do Egito o meu povo, os filhos de Israel”. 11Moisés respondeu a Deus: “Quem sou eu para ir ter com Faraó, e como poderei tirar os filhos de Israel do Egito?”. 12Javé retrucou: “Eu estarei contigo. E este será o sinal de que eu te enviei: quando tiveres tirado o meu povo do Egito servireis a Deus sobre esta montanha”


 


Salmo: Sl 102(103),1-2.3-4.6-7 (R/. 8a)

R.: O Senhor é bondoso e compassivo!


1Bendize o teu Senhor, ó minha alma; louve todo o meu ser seu santo nome! 2 Sim, bendize o Senhor, ó minha alma, não esqueças nenhum de seus favores!

3Pois perdoou as tuas culpas todas, de toda enfermidade te curou. 4 Salvou da sepultura a tua vida, cercou-te de carinho e compaixão.

6 Sim, o Senhor, procede com justiça, ele defende a causa do oprimido. 7Revelou a Moisés os seus desígnios, aos filhos de Israel, seus altos feitos.



Evangelho: Mt 11,25-27

25Naquele tempo Jesus disse: “Eu te bendigo, Pai, Senhor do céu e da terra, por teres ocultado estas coisas aos sábios e entendidos e as teres revelado aos pequeninos. 26Sim, Pai, porque desta maneira é que se realizou o que dispuseste na tua benevolência. 27Todas as coisas me foram entregues por meu Pai. Ninguém conhece o Filho senão o Pai, nem alguém conhece o Pai senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.



Leituras: Diretório da Liturgia e da Organização da Igreja no Brasil 2019 - Ano C - São Lucas, Brasília, Edições CNBB, 2018.

Citações bíblicas: Bíblia Mensagem de Deus, São Paulo, Edições Loyola, 2016.

 


Boa Nova para cada dia




... ninguém conhece o Pai senão o Filho e aquele a quem o Filho O quiser revelar (Mt 11,27).

Consideremos bem estas palavras de Jesus.

E perguntemos: conhecemos o Pai como Jesus nos revelou?

Veremos que nosso conhecimento de Deus de fato existe em nós. Mas veremos também como este conhecimento pode ser pequeno ou grande, dependendo de nossa história espiritual pessoal e da colaboração que recebemos da comunidade cristã à qual pertencemos.

Mas precisamos entender bem: conhecer é dito por Jesus neste Evangelho no sentido de amar.

E constatamos que em nós há amor a Deus. Mas como o conhecimento entendido como instrução sobre Deus, veremos que o amor a Deus pode ser pequeno ou grande. Se o consideramos pequeno, peçamos a Deus que o aumente em nós; Ele vai nos atender, porque é isto que Deus mais deseja que Lhe peçamos.

Se constatamos que este conhecimento/amor a Deus nos é revelado e dado por Jesus Cristo, devemos nos sentir muito preciosos a Jesus e a Deus que assim quiseram.

Não somos insignificantes para Deus. Ele mandou Seu Filho para que O revelasse a nós em Igreja e em particular.

Peçamos a Deus a compreensão do que tudo isto significa. É muito mais do que a maioria pensa. Ficaremos deslumbrados no dia em que entendermos isto em toda sua profundidade. Amar a Deus é o máximo que uma pessoa pode fazer nesta vida. E isto porque antes somos amados por Ele. Meditemos longamente sobre isto hoje. Faremos grandes descobertas espirituais.



Autor: Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma





Preencha seus dados abaixo e receba as novidades da Loyola.
Nome:
E-mail:
  
Sobre a Edições Loyola | Serviços Gráficos | Fale Conosco | Distribuidores e representantes | Revista Mensageiro | Liturgia Diária | Eventos | Política de Vendas | Política de Privacidade

Rua: Mil Oitocentos e Vinte e Dois, 341 - Ipiranga
CEP: 04216-000 - São Paulo - SP
Tel.: 11 3385-8500 | 2063-4275 | 3385-8501
Formas de Pagamento
Acompanhe
Youtube  
Certificados
© 2011 Edições Loyola . Todos os direitos reservados
Visualize este site com resolução mínima de 1024 x 768
DesignbyC10