Login  |   Cadastre-se   |   Fale Conosco  |   Trabalhe Conosco  |   Ajuda             Youtube  

14 de novembro de 2019
Carrinho Vazio
Você está em: Home >> Liturgia Diária


Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

Liturgia do dia 14/11/2019


Leituras
Sb 7,22-8,1
Sl 118 (119), 89, 90. 91. 130. 135. 175 (R. 89a)
Lc 17,20-25

32ª Semana do Tempo Comum

Quinta-Feira


Primeira Leitura: Sb 7,22-8,1

22Nela há um espírito inteligente, santo, único, múltiplo, sutil, ágil, perspicaz, puro, claro, impassível, amante do bem penetrante, 23 incoercível, benfazejo, amigo dos homens, firme, seguro, despreocupado, tudo pode e abrange com o olhar, penetra todos os espíritos, os inteligentes, puros e sutis. 24Mais que todo movimento, a sabedoria é móvel: atravessa e penetra tudo por sua pureza. 25Ela é um sopro do poder de Deus, uma pura emanação do esplendor do Todo-poderoso; por isso nada de maculado se introduz nela. 26Ela é reflexo da Luz eterna, espelho sem mancha do agir de Deus, a imagem de sua bondade. 27Embora sendo uma só, tudo pode; sempre a mesma, ela renova o universo. Passa, através dos séculos, para as almas santas, fazendo-as amigas de Deus e profetas: 28pois Deus só ama a quem habita com a sabedoria: 29Pois é mais bela que o sol, e excede todas as constelações. Comparada à luz, leva a primazia; 30pois a luz cede lugar à noite, mas, contra a Sabedoria, o mal não prevalece. 8.1 Exerce a sua influência vigorosa de um extremo a outro do mundo e egregiamente governa o universo.



Salmo: Sl 118 (119), 89, 90. 91. 130. 135. 175 (R. 89a)


R.: Dura a tua palavra eternamente!

89Dura a tua palavra eternamente, mais estável, Senhor, que o próprio céu.

90Por gerações afora ela se estende: firmaste a terra e a terra permanece.

91Por teus decretos tudo subsiste, porque todas as coisas te obedecem.

130Tua palavra é luz ao revelar-se,até os pequeninos a compreendem. 

135Brilhe o teu rosto, ó Deus, para o teu servo, e dá-me compreender os teus desígnios! 

175Minh’alma viva sempre a te louvar, venham em meu auxílio os teus conselhos!



Evangelho: Lc 17,20-25

20 Interrogado pelos fariseus sobre quando viria o Reino de Deus, ele respondeu: “O Reino de Deus não vem ostensivamente. 21Nem se poderá dizer: ‘Ele está aqui! ou ele está lá!’. Porque o Reino de Deus já está no meio de vós”. 22Disse ainda aos discípulos: “Virá o tempo em que desejareis ver pelo menos um dos dias do Filho do homem, mas não o vereis. 23Dirão a vós: ‘Ele está aqui’, ‘Ele está lá’, mas não deveis ir atrás, nem segui-los. 24Porque como o relâmpago brilha de um lado a outro do céu, assim se dará com o Filho do homem no seu dia. 25Mas é preciso que primeiro ele sofra muito e seja rejeitado por esta geração.



Leituras: Diretório da Liturgia e da Organização da Igreja no Brasil 2019 - Ano C - São Lucas, Brasília, Edições CNBB, 2018.


Citações bíblicas: Bíblia Mensagem de Deus, São Paulo, Edições Loyola, 2016.

 


Boa Nova para cada dia

 


“O Reino de Deus está entre vós” (Lc 17,21).

Os fariseus queriam saber de Jesus em que momento o Reino de Deus chegaria ao mundo.

Aqueles fariseus não deviam fazer esta pergunta, porque já tinham condições de saber, por meio de Jesus, quando isto aconteceria. Jesus já tinha sido claro. Eles não O entenderam porque, desde início, estavam predispostos a rejeitar tudo o que Jesus dizia.

O que Jesus dissera era que o Reino de Deus já estava no mundo desde que Ele, Jesus, o anunciara. Foi por isso que respondeu àqueles fariseus: “O Reino de Deus está entre vós”.

Os fariseus queriam saber o dia certo, o momento glorioso em que Deus, chegando com todo poder em Seu Reino, ia expulsar os romanos, estabelecer o Messias no trono de Israel, subjugar todos os outros povos da terra e realizar inúmeros prodígios, sinais e milagres.

Eles não estavam entendendo nada. Quando Jesus lhes disse: “O Reino de Deus está entre vós”, referia-se a sua própria pessoa que trazia o Reino de Deus ao mundo, ao Povo Eleito. Jesus era muito mais do que aqueles fariseus pensavam. Se fossem simples como crianças, já teriam entendido e entrado no Reino de Deus anunciado e inaugurado por Jesus. Mas porque permaneceram soberbos e confiantes na própria sabedoria, ficaram foram do Reino de Deus.

Como todo homem deste mundo, um dia Jesus ia morrer.

Ele preveniu disto os discípulos, dizendo-lhes: “Dias virão em que desejareis ver um só dia do Filho do Homem e não podereis ver” (Lc 17,22). De fato, desde o momento de Sua Morte o Reino de Deus parecerá eclipsado até o dia de Sua Ressurreição Gloriosa. Então todos poderão vê-Lo em seu esplendor divino.

Tendo sido elevado ao céu em Sua Ascensão, do céu retornará sobre as nuvens. Todos nós poderemos vê-Lo no estabelecimento pleno do Reino de Deus no céu e na terra.



Autor: Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma





Preencha seus dados abaixo e receba as novidades da Loyola.
Nome:
E-mail:
  
Sobre a Edições Loyola | Serviços Gráficos | Fale Conosco | Distribuidores e representantes | Revista Mensageiro | Liturgia Diária | Eventos | Política de Vendas | Política de Privacidade

Rua: Mil Oitocentos e Vinte e Dois, 341 - Ipiranga
CEP: 04216-000 - São Paulo - SP
Tel.: 11 3385-8500 | 2063-4275 | 3385-8501
Formas de Pagamento
Acompanhe
Youtube  
Certificados
© 2011 Edições Loyola . Todos os direitos reservados
Visualize este site com resolução mínima de 1024 x 768
DesignbyC10