Login  |   Cadastre-se   |   Fale Conosco  |   Trabalhe Conosco  |   Ajuda          Youtube  

24 de agosto de 2016
Carrinho Vazio
Você está em: Home >> Liturgia Diária


Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

Liturgia do dia 24/08/2016


Leituras
Ap 21,9-14
Sl 144(145),10-13.17-18
Jo 1,45-51

21ª Semana do Tempo Comum - Ano C

Quarta-Feira

Primeira Leitura: Ap 21,9-14

A Jerusalém messiânica. 9 Então, veio um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas pragas, e me falou: “Vem, e te mostrarei a noiva, a esposa do Cordeiro!”. 10 E me levou em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a Cidade Santa, Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, com toda a glória de Deus. 11 Seu esplendor se parecia ao de uma pedra muito preciosa, como o jaspe cristalino. 12 Tinha uma grande e alta muralha com doze portas e, nas portas, doze anjos, e, gravados, os nomes das doze tribos dos filhos de Israel. 13 Ao oriente havia três portas, ao norte, três portas, ao sul, três portas, e ao ocidente, três portas. 14 A muralha da cidade tinha doze fundamentos e neles os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.

Salmo: Sl 144(145),10-13.17-18

R. Â Senhor, vossos amigos anunciem vosso Reino glorioso!

10 Todas as criaturas te agradeçam, bendigam-te, Senhor, teus santos todos!

11 Falem eles da glória do teu reino e saibam proclamar teu poderio.

12 Para os filhos de Adão narrem teus feitos, a grandiosa glória do teu reino.

13 Pois o teu reino é um reino para sempre, todas as gerações são teu domínio. O Senhor é fiel ao que promete, é todo amor em tudo o que ele faz.

17 Justo é o Senhor em todos os seus planos, ele é bondoso em suas obras todas.

18 Perto está o Senhor de quem o invoca, de todos que o invocam de verdade.

Evangelho: Jo 1,45-51

45 Filipe encontrou-se com Natanael e lhe disse: “Encontramos aquele a respeito de quem escreveram Moisés, na Lei, e os Profetas, isto é, Jesus de Nazaré, filho de José”. 46 Natanael respondeu: “Alguma coisa boa pode vir de Nazaré?”. 47 Filipe respondeu: “Vem e vê!”. Jesus viu Natanael que vinha a seu encontro e disse a seu respeito: “Este é um verdadeiro israelita, no qual não há falsidade”. 48 Natanael respondeu: “De onde me conheces?”. Jesus respondeu: “Antes que Filipe te chamasse eu te vi, quando estavas debaixo da figueira”. 49 Natanael exclamou: “Rabi, tu és o Filho de Deus, és o rei de Israel!”. 50 Jesus acrescentou: “Crês somente porque afirmei que te vi debaixo da figueira? Verás ainda coisas maiores”. 51 E concluiu: “Eu vos afirmo e esta é a verdade: vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem”.

Leituras:
Diretório da Liturgia e da Organização da Igreja no Brasil 2016 - Ano C - São Lucas, Brasília, Edições CNBB, 2015.

Citações bíblicas:
Bíblia Mensagem de Deus, São Paulo, Edições Loyola e Editora Santuário, 2016.

Boa Nova para cada dia

“Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o rei de Israel” (Jo 1,49).

O Evangelho de hoje narra o episódio em que Natanael recebe uma notícia inesperada de um dos discípulos de Jesus, Felipe:

“Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na Lei e também os profetas:

Jesus de Nazaré, o filho de José”
(Jo 1,45).

Não sabemos como Felipe conheceu Natanael. Mas captamos o entusiasmo de Felipe em lhe dar tal notícia sobre Jesus de Nazaré. No entanto, este entusiasmo logo foi confrontado pelo pouco interesse de Natanael, que respondeu:

“De Nazaré pode sair coisa boa?” (Jo 1,46).

O que havia de bom, e mais do que bom, logo Natanael descobriu em seu diálogo com Jesus. E o que Jesus lhe disse revelava algo de muito pessoal que somente Natanael conhecia, mas que a Jesus era igualmente conhecido. Natanael descobriu que Jesus tinha o poder de conhecer os pensamentos das pessoas. Portanto, Jesus era um homem especial, muito especial:

“Rabi, tu és o Filho de Deus,

 o rei de Israel”
(Jo 1,49).

Como Natanael chegou a esta conclusão?

Não saberemos jamais nem isto nem como Jesus pode dizer que o vira debaixo da figueira (Jo 1,48).

Mas não é isto o que importa para o autor deste Evangelho.

O que importa é o que São João Evangelista quer nos dizer por meio de Natanael:

“Rabi, tu és o Filho de Deus, o rei de Israel” (Jo 1,49).

Esta era a finalidade desta passagem do Evangelho de São João Evangelista. Seus leitores precisavam saber que Jesus era o Filho de Deus e rei de Israel, e que isto foi descoberto por um homem exigente e inteligente como Natanael. Se Natanael descobriu em Jesus o Filho de Deus, o rei de Israel, os leitores deste Evangelho devem fazer esta mesma descoberta.

Jesus também se surpreendeu com a resposta de Natanael. Além disto, quis recompensá-lo com uma profecia:

 “Em verdade, em verdade, eu vos digo,

vereis o céu aberto e os anjos de Deus

subindo e descendo sobre o Filho do Homem”
(Jo 1,51).

Esta é outra frase misteriosa deste Evangelho.

Os teólogos dão a entender que a conversa de Jesus com Natanael girava em torno da missão messiânica de Jesus como rei de Israel, e, mais ainda, sobre o Messias de Israel enquanto Filho de Deus.

Como Jesus e Natanael entraram em detalhes sobre estas questões, São João Evangelista não nos diz. Portanto, a nós somente resta a consideração de um diálogo particular entre Jesus e Natanael, diálogo que devemos respeitar sem indagações indevidas.

Mas,
se é assim, esta narrativa não desperta em nós o desejo de poder dialogar com Jesus no mesmo nível de intimidade?

Que assim seja. Jesus está próximo de nós. Como Deus Pai, Ele sabe tudo o que acontece conosco, em nosso íntimo.

Em nossa liturgia conhecemos a adaptação de um salmo neste canto:

Senhor, eu sei que Tu me sondas,

sei também que me conheces.

Se me assento ou me levanto,

conheces meus pensamentos ...

Nada haja de oculto entre nós e Deus, entre nós e Jesus Cristo.

Muito do que em nosso íntimo não podemos compartilhar com as pessoas de nosso meio, com Jesus podemos, claramente, confiadamente, na segurança de sermos compreendidos.

Autor:
Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.





Preencha seus dados abaixo e receba as novidades da Loyola.
Nome:
E-mail:
  
Sobre a Edições Loyola | Serviços Gráficos | Fale Conosco | Distribuidores e representantes | Revista Mensageiro | Liturgia Diária | Eventos | Política de Vendas | Política de Privacidade

Rua: Mil Oitocentos e Vinte e Dois, 341 - Ipiranga
CEP: 04216-000 - São Paulo - SP
Tel.: 11 3385-8500 | 2063-4275 | 3385-8501
Formas de Pagamento
Acompanhe
Youtube  
Certificados
© 2011 Edições Loyola . Todos os direitos reservados
Visualize este site com resolução mínima de 1024 x 768
DesignbyC10