Login  |   Cadastre-se   |   Fale Conosco  |   Trabalhe Conosco  |   Ajuda          Youtube  

30 de junho de 2016
Carrinho Vazio
Você está em: Home >> Liturgia Diária


Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Orkut Compartilhe no Twitter

Liturgia do dia 30/06/2016


Leituras
Am 7,10-17
Sl 18(19),8-11
Mt 9,1-8

13ª Semana do Tempo Comum - Ano C

Quinta-Feira

Primeira Leitura: Am 7,10-17

Amós e Amasias. 10 Então Amasias, o sacerdote de Betel, mandou dizer a Jeroboão, rei de Israel: “Amós conspira contra ti em plena casa de Israel! O país não pode suportar todas as suas palavras. 11 Pois assim fala Amós: Jeroboão morrerá pela espada, e Israel será deportado para longe de sua terra”. 12 E Amasias disse a Amós: “Vidente, vai-te embora! Foge para Judá! Come por lá o teu pão, e profetiza para lá. 13 Mas em Betel, para de profetizar! Porque é um santuário do rei, um templo do reino”. 14 Amós respondeu e disse a Amasias: eu não sou profeta, nem filho de profeta! Eu sou pastor e cultivador de sicômoros. 15 Foi Javé quem me tirou de detrás do rebanho, e foi Javé quem me disse: ‘Vai, profetiza ao meu povo de Israel’. 16 E agora, escuta a palavra de Javé: tu dizes: ‘Não profetizarás contra Israel, nem pregarás contra a casa de Isaac!’. 17 E por isso, assim fala Javé: ‘Tua mulher se prostituirá em plena cidade, teus filhos e filhas cairão sob a espada, tuas terras serão repartidas ao cordel, tu mesmo morrerás em uma terra impura, e Israel será deportado para longe de sua terra’”.

Salmo: Sl 18(19),8-11

R. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.

8 Sim, a lei do Senhor é sem defeito, ela conforta a alma. Seguro é o testemunho do Senhor, torna sábios os simples.

9 As normas do Senhor são todas justas, ao coração alegram. É reto o mandamento do Senhor, clareia os nossos olhos.

10 O temor do Senhor é o que há de puro, para sempre nos firma. São os seus julgamentos verdadeiros, todos eles justiça.

11 Eles são mais que o ouro desejáveis, mais que o ouro mais fino. São ainda mais doces do que o mel, do que escorre dos favos.

Evangelho: Mt 9,1-8

Cura de um paralítico. 1 Entrando na barca, Jesus refez a travessia e voltou para a sua cidade. 2 Aconteceu que lhe apresentaram um paralítico deitado num leito. Jesus, vendo-lhes a fé, disse ao paralítico: “Coragem, filho, os teus pecados estão perdoados”. 3 Logo alguns dos escribas puseram-se a falar entre si: “Este homem está blasfemando”. 4 Mas Jesus percebeu seus pensamentos e lhes disse: “Por que esses maus pensamentos em vossos corações?”. 5 Que é mais fácil dizer: “Os teus pecados estão perdoados”, ou: “Levanta-te e anda?”. 6 Pois bem, para que saibais que o Filho do homem tem na terra o poder de perdoar os pecados: “Levanta-te”, disse ao paralítico, “toma o teu leito e vai para tua casa”. 7 Ele se levantou e foi para casa. 8 Vendo isso, as multidões ficaram cheias de temor e deram glória a Deus, que deu tal poder aos homens.

Leituras:
Diretório da Liturgia e da Organização da Igreja no Brasil 2016 - Ano C - São Lucas, Brasília, Edições CNBB, 2015.

Citações bíblicas:
Bíblia Mensagem de Deus, São Paulo, Edições Loyola e Editora Santuário, 2016.

Boa Nova para cada dia

... para que saibais que o Filho do Homem tem na terra o poder de perdoar os pecados...
(Mt 8,6).

Esta afirmação de Jesus causou grande admiração e levou as pessoas a se perguntarem que tipo de homem era Ele. Perdoar os pecados somente Deus podia. Homem algum antes de Jesus tinha afirmado isto. E, mais ainda, comprovando que podia fazer um milagre surpreendente como o narrado neste Evangelho.

De propósito Jesus se autodenomina “Filho do Homem” para deixar mais chocante seu gesto e poder. Trata-se de um “Filho de Homem”, porém um homem com poder especial, que só Deus tem.

É claro que seus ouvintes naquele momento ficaram confusos. A única atitude que podiam demonstrar era de admiração, interrogação e medo (Mt 9,8). 

Afinal, quem era Jesus?

Hoje sabemos: este “Filho do Homem” era o “Filho de Deus Encarnado”.
Nisto estava a diferença.

Mas Jesus não disse a ninguém: “Eu sou o Filho do Homem porque sou o Filho de Deus Encarnado”. Se dissesse isto, a confusão seria total na mente dos que viram aquele milagre. Por isso Jesus não deu explicação sobre a origem de seu poder de perdoar, contentando-se em provar que o tinha.

Admiremo-nos com aquelas pessoas testemunhas oculares deste milagre, e com elas demos glória a Deus que a Jesus deu tal poder, o de nos perdoar os pecados (Mt 9,8), porque como Deus tem este poder.

Autor: Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.





Preencha seus dados abaixo e receba as novidades da Loyola.
Nome:
E-mail:
  
Sobre a Edições Loyola | Serviços Gráficos | Fale Conosco | Distribuidores e representantes | Revista Mensageiro | Liturgia Diária | Eventos | Política de Vendas | Política de Privacidade

Rua: Mil Oitocentos e Vinte e Dois, 341 - Ipiranga
CEP: 04216-000 - São Paulo - SP
Tel.: 11 3385-8500
Formas de Pagamento
Acompanhe
Youtube  
Certificados
© 2011 Edições Loyola . Todos os direitos reservados
Visualize este site com resolução mínima de 1024 x 768
DesignbyC10